ERP: Veja a importância de ter um Sistema Integrado de Gestão

Você já ouviu falar sobre o Sistema Integrado de Gestão? Nomeado pela sigla ERP, ele significa Enterprise Resource Planning e pode ser uma implementação de grande importância dentro da sua empresa, principalmente sendo no setor de distribuição.

No entanto, mesmo que ele apresenta diversos benefícios e melhorias para um negócio, o ERP não é tão conhecido enquanto uma tecnologia para otimizar processos.

Por essa razão, vale conhecer o ERP e como ter um sistema integrado de gestão pode beneficiar sua empresa!

Saiba como controlar o estoque da sua empresa em tempo real e com dados sincronizados com seu sistema ERP.

O que é ERP?

A partir de agora, você pode se perguntar: o que é um sistema erp e para que serve?

O ERP, em linhas gerais, nada mais é do que um sistema de gestão integrado que auxilia na melhora de processos internos e na integração de atividades de diferentes setores.

Sua integração pode ser aplicada de duas formas:

  • Sob a perspectiva funcional (entre contabilidade, recursos humanos e fabricação, por exemplo);
  • Sob a perspectiva sistêmica (sistema de processamento de transações, sistemas de informações gerenciais e sistemas de apoio a decisão, por exemplo).

A centralização dos dados busca concentrar informações em uma única plataforma para que a integração aconteça com maior facilidade e fluidez. 

Benefícios do ERP

Existe uma série de vantagens que o ERP (Enterprise Resource Planning) pode trazer quando aplicado em uma empresa. Alguns desses benefícios são:

  • Integração
  • Automação;
  • Diminuição de erros;
  • Redução de custos;
  • Segurança e transparência.

Integração de processos

É muito comum que gestores não façam uso de recursos tecnológicos na gestão de projetos com planilhas. Isso dificulta o controle e a comunicação eficiente entre os setores.

Quando se integra às ferramentas, por outro lado, esse processo se torna mais fácil para todos.O ERP tem o conceito de integrar justamente pois permite acompanhar diferentes setores ao mesmo tempo. 

É possível, por exemplo, que o setor financeiro saiba informações da área de compras para, assim, pagar os fornecedores.

O resultado da aplicação do ERP, consequentemente, é uma decisão mais rápida, assertiva e, principalmente integrada, favorecendo o sucesso da empresa.

Automação

Uma gestão eficiente sempre envolve automação de processos. Esse sistema automatiza atividades e as padroniza de forma a estruturar de forma mais simples.

Desse modo, então, a agilidade da automação aumenta o potencial de colaboração de diferentes equipes.

Diminuição de erros

A opção por apenas um sistema integrado de gestão diminui as falhas de comunicação que podem provocar erros de protocolos e até mesmo execuções.

Por essa razão, o ERP otimiza os registros e reduz o número de falhas como, por exemplo, duplicação de dados que acontecem por e-mail.

Isso acontece porque essa solução evita que dois setores diferentes precisem cadastrar dados semelhantes.

Redução de custos

Como esse software permite integração no acesso a dados da empresa, o gestor consegue acompanhar de melhor forma o fluxo do caixa para que assim possa fazer um planejamento mais assertivo.

É justamente a partir desse diagnóstico que as operações podem ter reduções de custos específicas sem afetar a produtividade da equipe e também sem sobrecarregá-la.

Segurança e transparência

Por fim, o sistema ERP promove maior transparência e segurança ao criar uma base centralizada de dados corporativos.

Todos os usuários podem ver as atividades de cada área em um única tela e, dessa forma, é possível um monitoramento transparente de demandas.

A segurança também é maior com um software de gestão devido ao fato das informações irem para a nuvem, que garante maior sistema de proteção.

Como surgiu o sistema integrado de gestão?


Foi a partir do engenheiro Ford Whitman Harris que o sistema ERP surgiu. Ele deu o pontapé inicial ao criar o modelo conhecido como
EOQ (Economic Order Quantity) para programar a produção.

Esse modelo serviu de base por muitas décadas. Após isso, um novo método surgiu: o MRP (Material Requirements Planning), que, de forma geral, integrou diversos conceitos ao computador para o planejamento de materiais.

A ferramenta foi muito usada até o surgimento de uma nova metodologia em 1983, dessa vez chamada de MRP II (Manufacturing Resource Planning).

Nesse novo formato, houve a adoção de módulos diferenciados na engenharia de software para maior integração e redução de desperdícios.

Com a evolução da tecnologia nas décadas seguintes, isso passou a ser aplicado também em atividades de empresas, como nos setores de finanças, RH e vendas.

Por fim, foi no ano de 1990 que o sistema passou a ser chamado de ERP e leva até hoje esse nome.

Exemplos de funcionalidades do ERP

O ERP pode ajudar com diversas funções dentro de uma empresa. Alguns exemplos de ERP são:

  • Administração de contas a pagar e receber;
  • Monitoramento de vendas e compras;
  • Controle de estoque e custos;
  • Controle de prazos;
  • Gestão tecnológica para o setor de marketing.

Algumas das empresas que trabalham com ERP conhecidas no mercado são a Totvs e a Sarp. 

A relação do Sistema ERP e segurança de dados

É possível que você também se pergunte sobre a relação da ERP e a segurança de dados. Um bom software de gestão é responsável por garantir o crescimento seguro de uma empresa.

Dessa forma, o ERP Enterprise Resource Planning fornece apoio para segurança das informações, condição essencial para desenvolver autoridade no mercado e um bom relacionamento com a clientela.

A inteligência artificial por trás do ERP garante essa segurança através de modelos que trabalham em nuvem, ou seja, em um ambiente online. 

E é justamente esse ambiente  virtual que faz o processo mais seguro, devido aos mecanismos de proteção. Alguns deles são:

  • Criptografia;
  • Firewalls;
  • Controle de acesso de dados.

Benefícios de ter um ERP com integração a um Software de controle de estoques

 

beneficios do erp

Um ERP integrado ao controle de estoque permite controlar em tempo real os dados sincronizados com o sistema. 

Os benefícios que você pode ter com essa integração que a Uplaces oferece ao ERP são:

  • 80% de redução de custos com pedidos;
  • 50% de redução da taxa de perda de clientes;
  • 35% de aumento nas categorias.

Saiba como controlar o estoque da sua empresa em tempo real e com dados sincronizados com seu sistema ERP!

Conclusão

Nesse artigo você pôde entender a importância de ter um sistema integrado de gestão na hora de otimizar o seu negócio, bem como os benefícios do Sistema ERP em relação a segurança de dados.

Falta pouco para você se tornar um parceiro UPlaces!

Informe os dados abaixo para que possamos entender melhor o seu ramo de atuação e possibilidade de se tornar nosso parceiro.

Ficou com dúvidas ?